Pesquisar neste blog
 
Dezembro 2013
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2
3
4
5
6
7

8
9
10
11
12
13
14

15
16
17
18
20
21

22
23
24
25
26
27
28

29
31


Arquivo
Mais comentados...
10 comentários
7 comentários
5 comentários
4 comentários
3 comentários
3 comentários
3 comentários
Links
Choose your language
Ana Filipa

Cria o teu cartão de visita
Meteorologia
Click for Lisboa, Portugal Forecast
Contador de Visitas
hospedagem de sites
hospedagem de sites
Número de pessoas online
Visitantes do Blog
Protected by Copyscape Web Plagiarism Check
Protected by Copyscape Web Plagiarism Check
blogs SAPO
subscrever feeds
Segunda-feira, 26 de Julho de 2010
26 de Julho...

 

 

"Comemora-se o Dia dos Avôs e Avós em 26 de Julho. E esse dia foi escolhido para a comemoração porque é o dia de Santa Ana e São Joaquim , pais de Maria e avós de Jesus Cristo.

Conta a história que, no século I a. C., Ana e seu marido, Joaquim, viviam em Nazaré e não tinham filhos, mas sempre rezavam pedindo que o Senhor lhes enviasse uma criança. Apesar da idade avançada do casal, um anjo do Senhor apareceu e comunicou que Ana estava grávida, e eles tiveram a graça de ter uma menina abençoada a quem batizaram de Maria. Santa Ana morreu quando a menina tinha apenas 3 anos.

Devido à sua história, Santa Ana é considerada a padroeira das mulheres grávidas e dos que desejam ter filhos. Maria cresceu conhecendo e amando a Deus e foi por ele a escolhida para ser Mãe de Seu Filho Jesus.

São Joaquim e Santa Ana são os padroeiros dos avôs e avós."

Fonte: Wikipédia

 

Quem tem o nome "Ana", não se admire ao saber que o seu dia é 26 de Julho. Conforme referi acima o mesmo é dia dos avós de Jesus, dia de Santa Ana e São Joaquim.

 

Tenho no meu quarto o seguinte quadro:

Nunca reparei concretamente na data festiva do meu nome...

 

Mais tarde, verifiquei que aquela data era mais significativa do que eu pensava...

 

26 de Julho 1996 - Na sua primeira "mamografia", a minha mãe descobre aos 36 anos que tinha um carcinoma no peito esquerdo. Foi no dia 26 de Julho de 1996 que ela foi operada. Durante a operação, o tumor iria ser analisado e saberia-se por assim dizer o "destino" da minha mãe... Eu só tinha 11 anos... mas acho que mesmo em tenra idade, qualquer criança fica nervosa para saber se vai ou não perder a sua mãe...

Lembro-me perfeitamente de estar numa sala pequena na Clínica de Santo António com o meu pai, mana e avós maternos. Eu lembro-me que chorava porque tinha medo... medo de perder a minha mãe... Medo de perder a pessoa em quem mais confiava, quem mais eu amava. A minha avó também estava de rastos, vi o meu pai chorar pela primeira vez quando nos avisaram  (enganosamente) que  iam tirar o peito à minha mãe...

A minha mãe retirou um quadrante do peito esquerdo e fez um esvaziamento axilar. A seguir o médico recomendou radioterapia e posteriormente exames regulares. Ainda hoje ela faz exames anualmente com a minha insistência.

A minha mãe tinha 36 anos... e havia recusado fazer uma mamografia pois achava que só as "velhas" o faziam. Antes dos 40 anos não queria fazer tal exame.   Graças a Deus, que a sua colega de trabalho Inácia insistiu com ela para ela fazer uma mamografia... Se não... neste momento eu já não pronunciaria a palavra "mamã"...

 

26 de Julho 1997 - Há coisas embora pareçam boas à primeira vista, escondem por trás uma cortina negra de angústia e sofrimento. Foi neste dia que nos mudámos para a minha actual casa na Reboleira.

Na altura estávamos a viver na Damaia, em casa da minha Bisavó. Os meus avós providenciaram o arranjo da casa da minha bisavó para que quando viessemos de Tomar(1994) pudéssemos ter uma casa sem gastar um "escudo". Após uma discussão entre o meu pai e a minha bisavó, o meu pai decidiu mudar de casa... No dia 1 de Junho de 1997 estávamos a ver pela primeira vez esta casa... T3 , localizado numa zona nova e calma da Reboleira, com uma grande sala com lareira, 2 varandas, 2 wcs e quartos que a nível de área rondam os 18 m2. No dia 26 de Julho estávamos a mudar para aqui...

Lembro-me também desse dia... Os meus avós ainda tinham na Costa da Caparica, no Parque de Campismo da GNR a roulotte com respectiva "estrutura". Vim eu, a minha mana e avós da Costa para ajudarmos nas mudanças. Eu estava eufórica... Adorei a casa a partir do momento em que a vi... Foi como se soubesse de imediato que ia ali viver...

Lembro-me que estavam cá em casa os meus padrinhos e primos. A sua visita não era má... mas dadas as condições, houve dificuldades na organização na hospedagem dos mesmos o que levou a minha mãe a um ataque de nervos que não exteriorizou, mas a fez ficar ansiosa.

É lógico que estávamos em mudanças... tinhamos caixotes, móveis para arrumar... Camas para fazer, últimas limpezas a fazer...

O processo da mudança já é complicado em si... agora ainda ter que descobrir os caixotes que traziam a loiça de cozinha (pois não bastavam 4  canecas para o pequeno-almoço), a roupa das camas, as almofadas, cobertores, etc... Lembro-me de ver a minha mãe muito nervosa... E tinha mil e um motivos para isso... Pois não só era a força da situação da mudança,  mas sim o doloroso momento que estava a atravessar... Afinal de contas o que poderia pensar ela? Era uma mudança que poderia ser em vão e não sabia até que ponto o casamento dela ia resultar num novo lar... Afinal de contas se estávamos em 26 de Julho de 2007, o meu pai já tinha ido ao Brasil e ainda há pouco tempo tinha estoirado a "bomba" em que eu me recusei em acreditar inicialmente...

 

26 de Julho de 2005 - Aqui já se falava em dia dos avós... Neste dia já sabia que o meu querido avô paterno não iria passar mais nenhum dia dos avós connosco... e pedi muito e Deus que o deixasse passar só mais esse dia connosco. Deus concedeu-me o pedido. Como prenda apenas lhe fiz inúmeras dedicatórias ilustradas com fotos dele comigo e com a minha irmã.

A minha avó pediu que não lhe desse a prenda... Não era bom estar a comovê-lo... até porque a sua grande mágoa era deixar as suas netas... Uma que não chegou a ver ostentar o Fato Académico comprado por ele na Benção das Pastas e a outra neta por ser ainda tão novinha e precisar tanto dele...  

Para quem não sabe o meu avô estava de óptima saúde em Maio de 2005, quando apanhou uma gripe que não se curava... Descobriu-se então a Leucemia Mieloblástica Aguda. Transfusão de medula só se faz em Portugal a quem tem menos de 50 anos e não recebeu quimioterapia que iria "atrasar" a morte visto que a mesma só o iria fazer sofrer mais... ou simplesmente porque em Portugal não nos podemos dar ao luxo de receber quimioterapia com 73 anos pois estamos a dar muita despesa na saúde... E embora o meu avô tenha sempre descontado para o estado e desempenhado a sua função a nível da segurança pública tendo recebido 2 louvores pelo seu trabalho... para quê gastar dinheiro com "quimioterapia"????

E foi no dia 26 de Julho de 2005 que me "despedi" dele... pois foi na madrugada seguinte que ele nos deixou...

 

26 de Julho de 2008 - Casamento do primo do meu "ex" namorado... Fui com ele e graças a Deus com a minha irmã... Sim porque a atenção que ele me deu foi nula... Vá lá ele ter dito que estava linda... E acredito que estava!!!! O vestido é lindo e embora a foto não demonstre tinha um penteado giríssimo e estava bem maquilhada.

 
(na foto é a minha mana e eu)

Um dia feliz pela alegria da Liliana e do Nuno... mas um dia que me mostrava que definitivamente o Paulo não era o "tal"... Mas eu não quis ver isso...

 

 

E interrogava-me o porquê de dia 26 de Julho ser "o meu dia"... Só mais tarde quando se começou a dar maior importância ao dia dos avós é que descobri o fundamento do mesmo. (Dia de Santa Ana).

 

Está visto que é o dia escolhido para acontecer-me algo...

 

Hoje...

 

Último dia antes de entrar de férias!!!!!


I feel: Cheia de calor...

Publicado por... anynhasblog às 16:31
Link do post | Comments... | Adicionar aos Favoritos
 O que é? |  O que é?

Um pouco sobre mim...
Posts recentes

30 de dezembro 2013