Pesquisar neste blog
 
Dezembro 2013
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2
3
4
5
6
7

8
9
10
11
12
13
14

15
16
17
18
20
21

22
23
24
25
26
27
28

29
31


Arquivo
Mais comentados...
10 comentários
7 comentários
5 comentários
4 comentários
3 comentários
3 comentários
3 comentários
Links
Choose your language
Ana Filipa

Cria o teu cartão de visita
Meteorologia
Click for Lisboa, Portugal Forecast
Contador de Visitas
hospedagem de sites
hospedagem de sites
Número de pessoas online
Visitantes do Blog
Protected by Copyscape Web Plagiarism Check
Protected by Copyscape Web Plagiarism Check
blogs SAPO
subscrever feeds
Quinta-feira, 1 de Julho de 2004
Artigo que a Cosmo Publicou!!!! definitivamente que 'inda vou ser uma grande escritora!!! :)

Querida Cosmo…

 

 

É com muito orgulho que escrevo a minha primeira carta dirigida a vocês. De facto ultimamente muita coisa mudou na minha vida e umas das coisas foi começar a comprar a Cosmopolitan. Estava certa vez num hipermercado a desfolhar a vossa revista, quando dei por um artigo que me despertou a curiosidade. Peguei na revista e comprei-a e desde aí que a Cosmopolitan tem feito parte da decoração da minha mesa de cabeceira. Os vossos artigos são bastante actuais, o conteúdo da revista nunca consegue ser desinteressante, enfim a vossa revista está de parabéns!

Mas de facto o que me levou a escrever para esta secção foi uma reflexão minha acerca da sociedade de hoje em dia, em relação às pessoas com um peso acima do normal.

Digamos que faço parte desse grupo de pessoas e que todos os dias luto contra quaisquer complexos que me possam surgir à frente e a pouco e pouco estou a começar a gostar do meu corpo, tal e qual como ele é… Posso dizer que não sou obesa, apenas tenho uns 10 quilitos a mais que insistem em não me abandonar. Contudo é o suficiente para me fazer sentir como que marginalizada nesta nossa sociedade. Isto tudo porque visto o 44 de calças e já ando há mais de dois meses à procura de umas calças de ganga que me sirvam. Até agora tenho andado sempre vestida com um tipo de calças mais formais, mas agora decidi que poderia deixar os meus complexos de lado e comprar umas calças de ganga. Digamos que já corri inúmeras lojas onde a maior parte das jovens compram a sua roupa e aonde inclusive costumo comprar a minha roupa. E ainda não encontrei um modelo sequer que me servisse. Já percorri lojas que supostamente têm números maiores, mas modelos de calças do século passado…

Isto tudo tem-me feito pensar que na sociedade de hoje não há lugar para pessoas com peso superior ao normal. Fala-se que temos de gostar de nós tal como somos, mas parece que há um certo “racismo” quanto às pessoas que fogem da norma corporal estabelecida pelos media. Isto faz-me lembrar os anos da 2ªGuerra Mundial em que as lojas da zona da Alemanha e arredores tinham placas a dizer “Proibida a entrada a cães e a Judeus…” … De facto há lojas que só faltam terem uma plaquinha a dizer “Proibida a entrada a raparigas e senhoras que tenham peito maior que x, cintura maior que y e anca maior que z…”! Até seria uma boa ideia… evitava-se que se perdesse tanto tempo a experimentar roupa nessas lojas.

Entre os muitos problemas da nossa sociedade este é um deles, infelizmente. Só me resta desejar às leitoras da Cosmopolitan que têm peso superior ao da norma que tenham coragem e não desesperem agora que o Verão está a chegar! Se não encontramos roupa que nos sirva é porque temos um corpinho muito especial que não se contenta com qualquer trapinho!  

Beijinhos a todas e um grande Obrigada à Cosmopolitan por os seus artigos adequarem-se a qualquer rapariga, seja ela magra, média ou gorda.  

 

 

 


I feel:

Publicado por... anynhasblog às 19:48
Link do post | Comments... | Adicionar aos Favoritos
 O que é? |  O que é?

Um pouco sobre mim...
Posts recentes

30 de dezembro 2013