Pesquisar neste blog
 
Dezembro 2013
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2
3
4
5
6
7

8
9
10
11
12
13
14

15
16
17
18
20
21

22
23
24
25
26
27
28

29
31


Arquivo
Mais comentados...
10 comentários
7 comentários
5 comentários
4 comentários
3 comentários
3 comentários
3 comentários
Links
Choose your language
Ana Filipa

Cria o teu cartão de visita
Meteorologia
Click for Lisboa, Portugal Forecast
Contador de Visitas
hospedagem de sites
hospedagem de sites
Número de pessoas online
Visitantes do Blog
Protected by Copyscape Web Plagiarism Check
Protected by Copyscape Web Plagiarism Check
blogs SAPO
subscrever feeds
Sábado, 1 de Abril de 2006
What is love?

A Primavera chegou!

Os dias começam a ficar mais quentes, começamos a vestir roupas mais leves, começamos a ansiar as férias, os estudantes de 12ºano a ficar stressados com os exames nacionais... e outros com Provas Globais!

 

Mas sobretudo o amor começa a andar pelo ar...

Não são só os passarinhos, os veados (lembram-se do Bambi?), os coelhinhos... que começam a acasalar!

Nós humanos também!

Basta vir este clima mais quente, vestimos roupas que expõe mais o corpo e as hormonas começam a ficar logo alteradas!

 

Curioso porque era sempre nesta altura que eu me apaixonava! Quer dizer...n era bem apaixonar... era assim daquelas paixões infantis que se tem quando somos adolescentes! Olhamos para um rapaz e "decidimos" que é por aquele que nos vamos apaixonar!

 

Parvoíces da nossa juventude... são paixões platónicas que temos com colegas e certas vezes com ídolos da televisão, música, etc.

 

Mas e aonde fica o amor no meio disto tudo?

Estou estranhamente confusa!

Dizem que por amor tudo é possível, que o amor é maravilhoso, que quando se ama não se quer saber de mais ninguém e depois conheço casais que não se cansam de estar juntos...

 

Ok! Eu confesso! Só amei ainda uma vez na minha vida! Não foi correspondido e ocorreu quando eu tinha 16/17 anos!

Sim nessa altura tudo era diferente para mim!

 

Estava apaixonada! A vida era bela para mim quando o via e quando estava com ele! Éramos grandes amigos! Cheguei a sacrificar as notas por ele, porque nada no mundo me fazia + feliz do que estar com ele! Vê-lo!

 

Lembro-me de uma vez estar a estudar para um teste e achar tudo uma chachada porque de facto aquilo não me agradava e apenas queria estar com ele! Falar com ele! Rir com ele! Olhá-lo nos olhos! Sentir o perfume dele! A presença dele!

 

Foi uma decepção quando encarei a dura realidade e percebi que jamais iríamos ter mais que uma linda amizade! Sofri bastante, lembro-me que chegava a não jantar... e de passar serões a chorar por ele!

 

Foi tudo muito doloroso na altura! Mas tive que ultrapassar esse problema e deixar de alimentar falsas esperanças! Não foi fácil, mas com o tempo fui o esquecendo!

 

A visão que eu tenho do amor é só esta! Claro amor por um homem!

Porque há vários tipos de amores; os dos nossos pais, irmãos, avós, etc...

 

Eu cheguei a pensar que o amor que sentimos pelo sexo oposto poderia ser como o que sentimos por um pai ou mãe! Na altura do divórcio dos meus pais pus em causa que o amor que o meu pai tinha por mim e pela minha mana tinha desaparecido tal como havia desaparecido pela minha mãe!

 

E eu só pensava... jamais deixarei de amar a minha mãe, pai, mana, avós, etc... como é que foi possível que ele tivesse deixado de gostar da minha mãe??

 

Mas agora eu percebo que há diferentes tipos de amor!

O amor que nutrimos pelo sexo oposto é algo mágico e que acontece...

 

Mais não sei... só sei que deve ser algo muito belo...

 

Tantas músicas, novelas, filmes que são sobre o amor e eu quase nada me identifico com esse tipo de cenas!

 

É estranho... tenho 21 anos e nunca mantive um amor correspondido! Só me apaixonei uma vez e não sou capaz de me apaixonar por ninguém!

 

Porquê? Será que deixei de acreditar no amor? Ou receio o amor? Será que receio sofrer? Porque é que os "namoros" que tenho tido não duram + que um mês??? Porque é que nunca tenho vontade de ver a pessoa com quem ando...

 

Ás vezes parece que quero impor um sentimento a mim mesma! Mas sinto que se pode criar um sentimento de amor entre um namoro que comece por atracção!

 

Só que isso nunca aconteceu comigo!

Será que ainda estou à espera de um "amor" à primeira vista?

Isto é um pouco duvidoso vindo de mim... porque não acredito que nos percamos de amor só de olhar para alguém... o amor não deve ser só isso! Acredito que podemos sentir química por alguém que vimos...

 

Uma vontade de conhecer essa pessoa e de a cortejar, mas daí ao amor parece-me que vai algo+!

 

Mas que estranho sentimento é esse que falam que é o amor...

 

Romeu e Julieta mataram-se por amor que sentiam um pelo outro

 

 

Nas novelas há inúmeros casais que deixam tudo para trás por causa de um amor proibido!

 

Chega-se a matar eventuais rivais que apareçam à nossa frente e que disputem a mesma pessoa que nós!

 

Deixa-se de ser um "Casanova" (dá-me ideia que isto é tudo porque vi hoje o filme) para passar a ser o amante fiel que só é feliz ao lado de determinada pessoa!

 

Por amor chega-se a deixar famílias já constituídas, valores, tudo! Chegamos a ser egoístas para realizarmos o sentimento que nos domina!

 

Mas qual a receita do amor? Ás vezes tudo parece fácil demais! Nos filmes é fácil apaixonarem-se e viverem uma grande aventura de amor! Mas para mim isto nada me diz! E não atribuo qualquer valor a estas cenas repletas de amor tão características de filmes/músicas/novelas/livros...

 

Já tentei deixar de ler cenas românticas e ver filmes de amor, para nãos sentir tanta falta de um romance... mas de facto o AMOR ESTÁ À NOSSA VOLTA! E é impossível evitá-lo!

 

A verdade é que se esperei até os 16/17 anos para amar... provavelmente terei de esperar até que o Cupido me bata à porta! E aí vou voltar a sentir aquilo que senti quando tinha 16/17 anos e ser feliz! Porque estou já demasiado "vacinada" para cair em falsas expectativas!

 

Ai mas como me faria bem amar e ser amada!

Estou farta de dar falsas esperanças e de me interessar sempre pelo homem errado!

 

Mas a verdade é que o amor surge quando menos esperamos e que é inevitável nesta vida!

 

Um grande Beijinho a todos que leram este meu desabafo****


I feel:
Tags...:

Publicado por... anynhasblog às 21:45
Link do post | Comments... | Adicionar aos Favoritos
 O que é? |  O que é?

Um pouco sobre mim...
Posts recentes

30 de dezembro 2013