Pesquisar neste blog
 
Dezembro 2013
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2
3
4
5
6
7

8
9
10
11
12
13
14

15
16
17
18
20
21

22
23
24
25
26
27
28

29
31


Arquivo
Mais comentados...
10 comentários
7 comentários
5 comentários
4 comentários
3 comentários
3 comentários
3 comentários
Links
Choose your language
Ana Filipa

Cria o teu cartão de visita
Meteorologia
Click for Lisboa, Portugal Forecast
Contador de Visitas
hospedagem de sites
hospedagem de sites
Número de pessoas online
Visitantes do Blog
Protected by Copyscape Web Plagiarism Check
Protected by Copyscape Web Plagiarism Check
blogs SAPO
subscrever feeds
Segunda-feira, 10 de Janeiro de 2011
Repair...

BLOG REPARADO

 

Pelo que apurei... agora as imagens aparecem todas...

 

Se alguém verificar que há alguma imagem que não apareça... informe-me...

O meu blog já não está "out of order"... mas a imagem é sugestiva sobre algo que continua "out of order" apesar das tentativas falhadas para de lá sair...

 


I feel: desiludida
Estou a ouvir...: Anjo mau

Publicado por... anynhasblog às 19:22
Link do post | Comments... | Adicionar aos Favoritos
 O que é? |  O que é?

1 comentário:
De Ricardo Cruz a 14 de Março de 2011 às 18:41
A desilusão costuma vir depois da ilusão; mas a ilusão é necessária para o sonho, e para a concretização... De facto é um dilema.
Nunca te esqueças que todos nós nos desiludimos inúmeras vezes. Mas... por cada queda que damos é uma oportunidade de nos voltarmos a levantar; por outro lado não te esqueças dos (des-) amores que tives-te; pensa neles com o intuito de aprender. O amor é uma ciência "não-exacta", mas isso não significa que não existam alguns padrões que nos ajudem a nos guiarmos no futuro ... Vá lá... tu és de matemática, sabes que tudo tem uma determinada lógica :P
Outra coisa que eu tenho aconselhado ultimamente (muito por experiência própria) é para não seguir somente o coração, nem somente a cabeça. Temos de saber conciliar ambos, e saber "pensar com o coração".
Muitas vezes a paixão nos leva a investir imenso numa relação, e depois, quando termina toda essa paixão, o que fica a sobrar é uma relação de amor-ódio, em que no subconsciente, cobramos constantemente tudo ao nosso parceiro... Outras vezes não é paixão, mas sim carência, que nos leva a entrar numa relação que nunca entraríamos de outra forma; aí tudo corre bem até acontecer uma de duas coisas: ou satisfazemos a carência em que depois deixa-nos de fazer sentido estarmos com essa pessoa e começamos a notar mais nos defeitos dela; ou então nunca nos chegam a saciar toda a carência que temos, o que nos leva à frustração, irritação e "amor-ódio", etc...
Eu não quero com isso dizer que a paixão e a carência não sejam boas formas de começar uma relação de amor (especialmente quando existe respeito mútuo), apenas digo que são perigosas.

Concluindo, eu acho que se as pessoas forem honestas e sinceras ao dizerem o que pretendem de uma relação, muito sofrimento se pode evitar, tanto para um lado, como para o outro. A comunicação é numa relação, tal como em tudo o que o humano faz, é fundamental.

Enfim, contudo, o mais provável é eu vir já fora de contexto, mas gostava apenas de exprimir isto para ti, já que gosto bastante de ler a tua filosofia. Acho que tens um jeito de pensar bastante genuíno e já é muito raro hoje em dia..

Beijinhos, RC


Comentar post

Um pouco sobre mim...
Posts recentes

30 de dezembro 2013